IEAB: Nota Sobre o Massacre da Araupel no Paraná

223 1280x853 219352520 900x600

Expressamos nossa solidariedade às famílias dos agricultores Vilmar e Leonir assassinados ontem, 07 de abril, nas terras reconhecidas pela justiça como pertencentes a União, griladas pela empresa Araupel, e também, para todas as famílias que lutam por anos no MST e em outros movimentos sociais por uma sociedade mais justa e mais humana onde todas as pessoas e famílias tenham o necessário para viver com dignidade.

Estarrecidos, recebemos notícias da presença de forças do Estado do Paraná participando e apoiando esse massacre o que nos causa muita insegurança visto que o estado deve zelar pela paz, segurança e defesa das pessoas. Esperamos que os líderes políticos, os órgãos públicos e a justiça, esclareçam essas execuções e punam exemplarmente os culpados evitando que este caso se estenda por tempo indeterminado como ocorre com o Massacre de Carajás, que celebra 20 anos sem que a justiça tenha sido feita.

Lamentamos a falta de diálogo e a lentidão com que essas questões sociais são acompanhadas pelo poder público. Repudiamos toda manifestação de violência e da criminalização dos movimentos sociais que tem ceifados seus líderes prematuramente pelo aumento da violência a eles dirigida como aponta o Relatório da Rede Social de Justiça e Direitos Humanos – Direitos Humanos no Brasil 2015.

Como cristãos comprometidos com a justiça e a paz social, fundamentada no respeito às pessoas e as instituições democráticas e populares, comprometidos com o diálogo e com os direitos humanos universais, e, acima de tudo, com o amor fraternal, solidário e profético do Senhor da Vida, reconhecemos que atos como esse sofrido pelas famílias acampadas em Quedas do Iguaçu, fortalecerão ainda mais a luta por cidadania, dignidade no caminho da construção de uma nova sociedade quando a vida será mais importante que o patrimônio e o ser humano mais importante do que o lucro.

Naudal Alves Gomes
Bispo da Diocese Anglicana do Paraná
Comissão de Incidência Pública da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil