Religiosos da IECLB emitem nota contundente pela Democracia

12718195 10502

Leia a íntegra, o manifesto pela democracia e contra a corrupção escrito por pastores e pastoras, catequistas, diáconos e diáconas do Sínodo Espírito Santo a Belém, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil:

Nós, pastores e pastoras, catequistas, diáconos e diáconas, do Sínodo Espírito Santo a Belém, filiado à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), estivemos reunidos em Conferência Ministerial no dia 13.04.2016, em Ibiraçu (ES), e de forma consensual, decidimos nos manifestar.

Vivemos hoje no Brasil uma forte ameaça à democracia, que foi conquistada com tanta luta. Uma democracia que conseguiu avançar na luta contras as desigualdades históricas e estruturais do Brasil e na busca de um país mais justo, de todos, sobretudo dos mais empobrecidos, mais sofridos e mais destituídos da possibilidade de participação.

Juntamente com outras entidades ecumênicas e movimentos sociais, reafirmamos o seguinte:

- somos contra o processo do impeachment da Presidenta da República, por não ter fato jurídico consistente, o que coloca em risco a democracia;

- a maioria dos que julgam o processo de impeachment estão citados nas listas de corrupção, e, portanto, não são aptos em termos éticos e políticos para conduzi-lo;

- há evidências de que todo este processo está sendo conduzido para encobrir uma investigação mais profunda, sem partidarização, de todos os envolvidos nas estruturas de corrupção;

- evidencia-se, ainda, que as investigações têm sido direcionadas apenas para alguns, enquanto outros, comprovadamente envolvidos com corrupção, são protegidos politicamente;

- somos a favor da investigação de todos os partidos e de todas as pessoas envolvidas em atos ilícitos;

- reafirmamos o nosso compromisso com a justiça social, com a ética, com a igualdade de direitos, a solidariedade com os pobres e excluídos;

- unimo-nos a todas as vozes e movimentos em defesa da democracia e de uma profunda reforma política.

Ibiraçu, 13 de abril de 2016.