Cerca de 1.500 jovens luteranos participam do 23º Congrenaje

Entre os dias 24 e 29 de julho, Timbó (SC), no Sínodo Vale do Itajaí, receberá caravanas de todo o país e de igrejas-irmãs da Federação Luterana Mundial (FLM) para o 23º Congresso Nacional da Juventude Evangélica da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Serão cerca de 1.500 pessoas reunidas em torno do tema: Pela Graça (não?) temos valor! O CONIC está representado no evento pela secretária-geral Romi Bencke, que também é pastora luterana.
 
big 933d4e5dc045c6036b37cb4e6e80555e
“A juventude da IECLB tem dado um bonito testemunho de vivência da fé luterana, de compromisso com o evangelho de Jesus Cristo e de unidade. O trabalho que os jovens estão realizando nos grupos, nas comunidades, nos sínodos e na IECLB como um todo tem trazido muita alegria e despertado lideranças. Neste Congrenaje queremos reafirmar que, pela graça de Deus, o jovem tem valor”, enfatiza o pastor-presidente da Igreja, Dr. Nestor Paulo Fredrich.
 
A programação inicia no domingo, às 15h, no Centro de Eventos Henry Paul, com celebração especial e cerimonial. No decorrer dos cinco dias, estão previstas palestras, estudos bíblicos, música, apresentações culturais e painéis com debates, que terão como foco a diaconia, com temas como tráfico de seres humanos, a justiça de gênero, cuidados ambientais, mercantilização dos seres humanos e dos bens, direitos humanos e espiritualidade. Também os mais de 30 jovens vindos de outros países terão espaço para relatar suas experiências e seu protagonismo na sociedade em que estão inseridos.
 
O pastor sinodal Breno Carlos Willrich diz que o evento é uma oportunidade que a juventude tem para mostrar a força da IECLB. “Somos uma Igreja viva e atuante e queremos experimentar esta espiritualidade com outras pessoas, vindas de várias partes do mundo. Queremos compartilhar nossa experiência de que a graça de Deus supera nossas obras, de que a graça de Deus nos concede valor”, afirma.
 
Grito da Juventude
 
Sempre, durante o Congresso, pessoas jovens saem às ruas e compartilham com a sociedade suas experiências. O Grito da Juventude é uma manifestação pública e ativa da fé Luterana, por um mundo mais justo e solidário, que promova vida digna para todas as pessoas, independente de raça, credo religioso, gênero, etc. O ato acontecerá na quinta-feira, 28/07, às 16h e terá como itinerário a saída do Centro de Eventos Henry Paul até o Parque Central de Timbó, passando pelas ruas principais da cidade. No final, formarão a Rosa de Lutero, principal símbolo do luteranismo mundial e agradecerão a Deus, com uma celebração especial. “A ideia é envolver a população local, integrando centenas de moradores, numa demonstração de que Deus é presença viva neste mundo. Queremos transmitir alegria e fé e marcar nossa visita pela região”, compartilha o coordenador do Conselho Nacional da Juventude Evangélica da IECLB, Rodolfo Fuchs.
 
Jovens estrangeiros
 
A Rede de Jovens da América Latina e Caribe, que está organizando o programa internacional, ampliou a participação na conferência, como parte dos preparativos para o 500º aniversário da Reforma Luterana no próximo ano. Os delegados irão incluir membros da rede global de ‘jovens reformadores’ da FLM, que foi iniciada em 2013 para mobilizar a contribuição dos jovens para as comemorações em 2017.
 
A Secretária para a Juventude da FLM, Caroline Bader, participará e falará sobre o movimento dos reformadores jovens em igrejas-membro da federação em todo o mundo. “Ao conectar uns com os outros em todas as regiões, podemos aprender sobre as igrejas da Reforma no século 21. Através da experiência intercultural e discussões sobre como os jovens estão servindo as pessoas em situação de necessidade, nós nos tornamos uma expressão da comunhão global”, enfatiza.
 
Países que estarão representados: Alemanha, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Indonésia, Guatemala, Guyana, Honduras, Letônia, Lituânia, Myanmar, Nicarágua, Peru, Suécia e Suriname.
 
Impacto Ambiental
 
O encontro também terá um viés ambiental. O programa Galo Verde estará presente em Timbó. Reunir pessoas num evento deixa uma pegada ambiental considerável. A juventude da IECLB deixará uma bonita demonstração do cuidado com a criação, deixando exemplos concretos de ações para reduzir este impacto.
 
Está prevista uma campanha de conscientização durante o Congrenaje; o monitoramento do consumo de água e energia elétrica nos alojamentos e no centro de eventos; a separação dos resíduos sólidos com reciclagem e compostagem dos orgânicos; o cálculo das emissões de carbono e a compensação com o plantio de árvores, entre outros.
 
A Fundação Vianei vai calcular o índice de emissões do CO2, levando em conta o número de participantes, os dias do encontro, tipo de transporte para ir a Timbó e outros fatores. O plantio de árvores para compensar o impacto será feito pelos indígenas Laklãnõ-Xokleng com acompanhamento via internet pelos jovens, que serão padrinhos das árvores por meio de coleta para comprar as mudas.
 
A cidade de Timbó
 
Em Santa Catarina, no Vale do Itajaí, no Sul do Brasil, encontra-se a cidade de Timbó, com seus quase 40 mil habitantes. É formada, em sua grande maioria, por descendentes de alemães e italianos. Hoje, também reúne pessoas que vieram de outras regiões do Brasil e, inclusive, acolhe estrangeiros vindos do Haiti ou outros países em dificuldade.
 
Timbó é classificada pela ONU como a 10ª melhor cidade do país para morar. Economicamente ocupa o 14º posto de arrecadação do Estado de Santa Catarina. O índice de analfabetismo é de apenas 1,9%, sendo Timbó, em nível estadual, a 3ª cidade em qualidade de ensino.
 
Timbó foi fundada por Frederico Donner, imigrante alemão, em 12 de outubro de 1869; data em que construiu sua moradia e a primeira casa comercial às margens do rio Benedito. Logo chegaram outras famílias alemãs. Nos anos seguintes vieram também os imigrantes italianos, cujos descendentes atualmente correspondem à metade da população. As primeiras famílias se estabeleceram na região rural e a agricultura era basicamente de subsistência. Atualmente é uma cidade industrializada, que abriga as sedes de grandes empresas de renome nacional.
 
A comunidade luterana é muito forte na localidade. Hoje, a Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Timbó, reúne 10.500 membros, divididos em cinco comunidades. A Igreja da Ressurreição é o principal templo da cidade e é considerada a maior construção luterana da América Latina.
 
“Estamos esperando a juventude luterana em Timbó. Somos uma cidade bonita e acolhedora em uma das regiões mais seguras do Brasil”, convida o prefeito da cidade, Laercio Schuster Junior.
 
Promoção
 
O Congrenaje é uma parceria entre a Secretaria Geral da IECLB, o Conselho Nacional da Juventude Evangélica (CONAJE), o Sínodo Vale do Itajaí e a Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Timbó. Com apoio da Prefeitura Municipal de Timbó.
 
Fonte: IECLB
Foto: Reprodução