Aconteceu em Londrina o 2º Encontro Ecumênico do Paraná

Dos dias 9 a 11 de setembro, Londrina sediou o 2º Encontro Estadual de Ecumenismo. O tema “Casa Comum: cuidado e responsabilidade” inspirado na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016.
 
Assessoram o Encontro a pastora Romi Bencke, secretária-geral do CONIC, e o pastor Werner Fuchs, da IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil).
 
2o encontro ecumenico pr 10 1024x479

Contamos com a presença marcante da REJU (Rede Ecumênica da Juventude), trazendo a esperança e a alegria dos jovens cristãos. Também se fizeram presentes dom Orlando Brandes, arcebispo de Londrina, e dom Manoel João Francisco, bispo de Cornélio Procópio.
 
O Paraná tem uma forte organização ecumênica, contando com o MECUM (Movimento Ecumênico de Maringá), o MEL (Movimento Ecumênico de Londrina) e o MOVEC (Movimento Ecumênico de Curitiba), que vivenciam a busca da unidade entre as igrejas cristãs, num processo de entendimento que reconhece e respeita a diversidade, colocando-se a serviço na vivência do Evangelho e as exigências do Reino de Deus.
 
Atuam na busca do diálogo, da defesa dos direitos humanos e da promoção de uma cultura da paz. Muitas são as iniciativas da ação ecumênica, porém, a ecologia e o cuidado com a criação aparecem como urgência, visto que todos percebem a gravidade dessas questões.
 
É reconhecido que o papa Francisco, desde os primeiros dias do seu pontificado, suscita expetativas de uma comunhão com palavras e gestos reforçando o desejo de Jesus de Nazaré “Que sejam um para que o mundo creia” (Jo 17, 21).
 
A estrada é ainda longa, mas o ecumenismo não é uma moda nem um sinal dos tempos: está na vontade do Senhor Jesus Cristo e ser ecumênico faz parte do ser cristão.

Texto: Leoni Garcia / PASCOM Arquidiocesana
Foto: Reprodução / arquidioceselondrina.com.br