fbpx

Entidades ecumênicas promovem painéis sobre ecologia integral

Contribuir no processo formativo das igrejas que integram o Movimento Ecumênico de Curitiba (MOVEC), dos organismos ecumênicos e da comunidade em geral, é o objetivo do projeto “Ecologia integral: painéis temáticos em perspectiva ecumênica para formação de lideranças”. A ação, organizada pelo MOVEC e Grupo de Pesquisa Teologia, Ecumenismo e Diálogo inter-religioso da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), inicia no dia 22 de novembro, com o painel Ecologia e ecumenismo¬. O painel de abertura terá início às 19 horas, no auditório Thomas Morus, segundo andar do Bloco Amarelo da PUC.
 
EI 1 01

Outros cinco painéis serão realizados entre março e julho de 2017 nas igrejas do MOVEC, e abordarão a ecologia integral em relação com a antropologia, cultura e sociedade, meio ambiente, economia e política. O projeto ainda prevê a publicação dos conteúdos trabalhados, e a articulação de um simpósio estadual relacionado à temática para o segundo semestre do próximo ano.
 
Para além de oportunizar a formação e capacitação de lideranças na perspectiva da ecologia integral, os painéis objetivam desenvolver a compreensão das diferentes dimensões do tema em relação às opções e práticas pessoais e coletivas; favorecer iniciativas efetivas na perspectiva da justiça, paz e integridade da criação junto às comunidades locais e suas esferas de abrangência, em diálogo e cooperação com a pesquisa acadêmica; e fomentar a sensibilidade para o diálogo e cooperação, intensificando a aproximação entre comunidades cristãs e organismos que atuem em perspectiva ecumênica e ecológica.
 
Cada painel temático contará com painelistas e moderadores/as representando grupos acadêmicos e a comunidade eclesial envolvida. Para o primeiro encontro, o professor doutor Elias Wolff (PUCPR), conduzirá o debate sobre ecologia e ecumenismo.
 
A base que sustenta a proposta do projeto deriva do conceito de Ecologia Integral cunhado pelo Papa Francisco na encíclica Laudato Si’ (2015). Somam como referências a Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, promovida pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), que teve como tema ‘Casa comum, nossa responsabilidade’, bem como o tema orientador da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil para 2016 intitulado ‘Pela graça de Deus, livres para cuidar’.
Segundo os coordenadores do projeto, a tese de fundo da proposta sugere que a questão ecológica não se reduz a uma dimensão simplesmente ambiental, mas transversalisa as dimensões e relações entre pessoas, planeta e sociedade. Esta interconexão “amplia as possibilidades de reflexão sobre o tema, possibilitando a interação propositiva entre o discurso teológico e a práxis das comunidades”, explicam.
 
Além do GP Teologia, Ecumenismo e Diálogo inter-religioso, colaboram na promoção do projeto o Núcleo Ecumênico e Inter-religioso (NEIr) da PUCPR e a Paróquia Santo Agostinho. A Faculdade Luterana de Teologia, de São Bento do Sul, Santa Catarina, e a Faculdade Unida, de Vitória, Espírito Santo, são instituições parceiras da iniciativa. O projeto conta com o financiamento do Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) da Arquidiocese de Curitiba.
 
Para mais informações, acesse: www.facebook.com/movimentoecumenicocuritiba

Fonte: MOVEC
Imagem: Divulgação