Reinauguração da sede da Cáritas Brasileira - Relato da Ir. Sueli

Dia Mundial da Água, representando a Comissão Brasileira Justiça e Paz, atendi o convite de acompanhar a Equipe da Cáritas Brasileira na Celebração de reinauguração da sede nacional, sala 410, no 4º andar do Edifício Venâncio III, do SDD, Bloco P, Brasília – DF.

Muitos representantes das entidades que compartilham sonhos e projetos com a CÁRITAS também compareceram e com a sala cheia entramos cantando com Deus e Nossa Senhora, vestida com o manto que faz memória dos 60 anos da Cáritas Brasileira.

caritas 60

Ao Luiz Cláudio, o nosso Mandela, coube fazer a Memória dos 60 anos de presença da Cáritas no Brasil, a transferência da sede nacional do Rio de Janeiro para Brasília, os tempos difíceis da ditadura, a participação no marco legal constitucional de 1988, a convivência instalação por mais de uma década na Q 601 da Asa Norte, a decisão de retomar a sede própria e o desejo de compartilhar com todos e todas a missão do serviço e da solidariedade.

Dom Guilherme Werlang, representando a presidência da CNBB, e diante das velas acesas nas nossas mãos, comentou a Carta de Romanos, Capitulo 12, 2-4,9-13, descortinando a animadora mensagem que nos convoca a praticarmos a solidariedade e hospitalidade e que não nos conformemos diante das injustiças deste mundo. O conformismo leva à acomodação e leva à morte.

Dom Guilherme também lembrou que “Nós não nascemos cristãos, nascemos sujeitos de direitos e depois escolhemos ser cristãos, muçulmanos, judeus etc. Devemos fazer o bem a todos e transformar nosso país e nosso mundo para afastar as injustiças que contrariam o plano de Deus.”

Com a benção das portas em sinal de proteção também nos fomos abençoados por Dom Guilherme e pela secretaria executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristas, Pastora Romi Becker.

A mensagem transmitida por vídeo da Diretoria da Cáritas e a partilha do delicioso café e a alegria da confraternização selaram este momento de revigoramento e esperança de bem cumprir a missão de amar ao próximo com todas as forças e meios.

A participação na Cerimônia de reinauguração da sede da CÁRITAS BRASILEIRA me permitiu experimentar o quanto nos fortalece vivermos juntos e juntas os desafios de dependermos uns dos outros para realizar a missão do serviço aos pobres, migrantes, refugiados, indígenas, sem terra, injustiçados... Sozinhos e isolados pouco podemos, juntos nosso poder é serviço e transformação!

Ir. Sueli Aparecida Bellato 

Fonte: Cáritas
Imagem: Reprodução