Colóquio acadêmico: “Do conflito à comunhão”

A Diocese de Bragança e a Universidade São Francisco (USF) realizaram, no dia 1 de setembro, na USF, um colóquio acadêmico com o tema: “Do conflito à comunhão”. A ação, em comemoração dos 500 anos da Reforma Protestante, foi organizada pela Comissão Diocesana para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso, e teve por objetivo abordar este importante momento histórico que marcou as esferas religiosa, política e social, em nível global.

O pastor Lauri Emílio Wirth, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), fez uma síntese do contexto da época quando os fundamentos da velha sociedade medieval, desde muito tempo, estavam ruindo e uma nova sociedade estava surgindo.

coloquio academico

Já o padre Benedito Ferraro, da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR), mostrou a trajetória de reformadores desde os primeiros séculos da igreja, que foram motivados, principalmente, pela procura de uma igreja mais pobre e mais pura. Ele também falou da caminhada ecumênica que busca uma maior unidade entre as muitas igrejas cristãs existentes.

Os participantes levantaram dois aspectos importantes para o contexto do ecumenismo atual. 1) Que o movimento ecumênico não pode ficar somente na discussão teológica, devendo partir para a ações concretas conjuntas em favor da melhoria de vida do povo; 2) Que a caminhada ecumênica é pouco conhecida pela maioria da população.

O evento também contou com um devocional conduzido pelo reverendo Roberto Enzo, da Igreja Presbiteriana Unida de Atibaia. Enzo fez uma reflexão sobre a unidade. O momento também contou com apresentações do Coral Bel Canto, sob a regência da maestrina Magda Jarussi.

Dom Sérgio Aparecido Colombo finalizou o encontro expressando felicidade pela realização do mesmo, apesar de lamentar a ausência de muitos. Ele ainda lembrou que embora o tema do colóquio fosse “Do conflito à comunhão”, homônimo ao documento elaborado pela comissão bilateral Luterana-Catolico-Romana, o momento foi de celebrar a “comunhão” com tantos irmãos e irmãs de diversas igrejas e crenças.