É tempo de Advento: o que realmente é importante na nossa vida?

 
 
Estamos chegando ao final de mais um ano! Iniciamos a época de Advento. O Natal se aproxima. E assim, mais uma vez, somos chamados a pensar: O que realmente é importante na nossa vida? De tudo o que acontece no Natal, o que realmente importa ser valorizado?
 
Quando faço essa pergunta sobre o que temos de mais importante, lembro de uma estória: 
 
Um rei tinha dois filhos e quando ficou velho, quis escolher um deles para ser seu sucessor. Reuniu, então, os filhos e lhes deu uma tarefa. Vocês deverão encher o saguão do palácio até o anoitecer com aquilo que temos de importante no nosso reino.
 
O filho mais velho saiu e chegou a uma plantação onde os trabalhadores estavam justamente moendo a cana-de-açúcar que haviam colhido. O bagaço da cana estava jogado por todos os lados. Ele pensou: Esta é uma boa oportunidade para encher o saguão de meu pai com o bagaço da cana – que é o que nossos colonos mais plantam. E assim o fez. Foi então procurar o pai e disse: Eu cumpri a tarefa. Não precisas mais esperar pelo meu irmão. Faze de mim o teu sucessor. O pai respondeu: Ainda não é noite. Eu vou esperar.
 
Logo depois, chegou o filho mais moço e colocou no meio do saguão algo que as mulheres do reino fabricavam: velas. Acendeu algumas velas e, de repente, a luz delas encheu até o último cantinho do saguão do palácio.
 
O rei então disse: Tu serás o meu sucessor. O teu irmão encheu o saguão com algo que serve materialmente. Mas tu o encheste com luz. Encheste o saguão com aquilo que as pessoas mais precisam: luz.
 
Prezado irmão e irmã na fé: É justamente de luz que precisamos nos dias de hoje, especialmente da luz dos ensinamentos de Jesus em meio às injustiças e maldades que ocorrem em nossa sociedade.
 
Nessa época de Advento, nossos lares e cidades se transformam com a beleza dos enfeites Natalinos, sendo que uma das simbologias marcantes são as luzes (brilhantes, coloridas – de todas as formas e jeitos).
 
Que lembremos do real significado delas: não servem só de enfeite – mas servem para nos lembrar da maior LUZ que devemos ter na vida: Jesus Cristo e seus ensinamentos!
 
Em Isaías 9. 2 e 6 lemos: “O povo que andava na escuridão viu uma forte luz; a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas. Pois já nasceu uma criança, Deus nos mandou um menino que será o nosso rei. Ele será chamado de Conselheiro Maravilhoso, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz”.
 
Essa é a mensagem de Advento e Natal que importa: Jesus nasceu para iluminar os caminhos da nossa vida, para que vivamos em paz, perdão, amor e justiça com as pessoas ao nosso redor!
 
Deus abençoe e ilumine a sua vida – seu ser e viver – suas atitudes e palavras, hoje e sempre. Amém.
 
P. Rubeval Küster – Paróquia da IECLB de Alto Bela Vista (SC)
Foto: Reprodução IECLB
Obs.: o título original deste artigo é: "Luz da Vida!!"