CMI condena ataque à Igreja Metodista no Paquistão

 
 
Ao menos 9 pessoas morreram e 25 ficaram feridas em um atentado cometido no último domingo, 17/12, contra uma Igreja Metodista em Quetta, na província de Baluchistão, no Paquistão. Militantes invadiram a igreja, que reunia cerca de 400 pessoas, detonaram um artefato explosivo e fizeram vários disparos contra os civis. O secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Rev. Dr. Olav Fykse Tveit, condenou o ataque e expressou tristeza pelas vidas perdidas.
 
Tveit instou as pessoas a continuarem unidas contra a violência. "Condenamos esse desrespeito trágico para com a vida humana; as vítimas eram pessoas que estavam reunidas para adorar [a Deus] em comunidade. Não permitiremos que este ato devastador enfraqueça nossa fé, nossa unidade e nosso trabalho comum para a paz e pela justiça no mundo", afirmou.
 
A igreja atacada foi construída em 1935, durante o governo britânico no Paquistão.
 
Fonte: ALC Notícias, com informações do CMI, BBC News e Ansa Brasil.
Foto: AFP