CMI se pronuncia após a visita à Nicarágua em meio à crise política

 
Uma delegação do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) esteve na Nicarágua, nos dias 28 e 29 de agosto, com o objetivo de fornecer cuidado pastoral às igrejas no contexto atual daquele país. A visita, se deu no âmbito das Peregrinações de Justiça e Paz do CMI, incluiu reuniões com representantes de diversas igrejas, incluindo católicas e evangélicas, além de lideranças locais e representantes da sociedade civil. 
 
"Temos procurado apoiar o diálogo como um meio de resolver as diferenças, reafirmando e fortalecendo os apelos por justiça, paz e respeito pelas diferentes formas de pensar nas sociedades contemporâneas", diz um trecho da mensagem.
 
Em outra parte, o CMI pontua a vocação cristã para lidar com situações complexas. "Algo que testificamos nestes dois dias foi a reafirmação da vocação cristã para construir a paz em meio a tensões e conflitos", afirma.
 
Clique aqui e leia a íntegra do texto (em espanhol).
 
Fonte: CMI
Foto: Sean Hawkey/Consejo Mundial de Iglesias